sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Itamari: Presidente do STJ nega volta de prefeito afastado ao cargo

Prefeito foi afastado após ser acusado de atrapalhar as investigações da PF.

O prefeito afastado de Itamari, Valter Andrade da Silva Júnior, teve sua volta ao cargo negada pela presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Andrade foi afastado após ser acusado de atrapalhar as investigações da Polícia Federal, que está analisando se o prefeito cometeu os crimes de desvio de verbas públicas e crimes contra a administração pública. O prefeito e servidores de Itamari foram alvos da Operação Nota Zero, em março, em que a PF os acusou de tentar interferir nas investigações sobre irregularidades no cumprimento de dias letivos por parte das escolas do município. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou que os envolvidos fossem suspensos do exercício da função pública, além de não poderem acessar as repartições municipais e a prefeitura. “Não se estabeleceu um marco temporal para o afastamento da função de prefeito, sendo que estamos a poucos dias do final do mandato de prefeito, e mais a decisão não apontou sequer um elemento objetivo”, afirmaram os advogados do prefeito na liminar. A presidente Laurita Vaz, ao analisar a ação, afirmou que havia fundamentação suficiente "especialmente pelo fato de que os réus estarem se valendo dos cargos para criar obstáculos às investigações", afirmou. *Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário