terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Cadela espera há trinta dias pelo dono que morreu em unidade de saúde


Uma cadela espera pelo dono na porta de uma unidade de saúde de Nova Olímpia, em Mato Grosso há 30 dias. Belinha acompanhou o dono, seu Benedito, ao local, mas ele acabou morrendo.

Tranquila e dócil, a cachorrinha conquistou a graça de funcionários e pacientes da unidade e se recusa a sair de lá, faça sol ou faça chuva. Ela recebe água, alimentação e carinho de todos que passam por ali.

“Ele (o dono) cuidava dela. Todos os lugares ele levava ela. Sempre ele vinha aqui passar pelo atendimento médico e trazia junto com ele. A gente via um ato de amor e amizade”, disse uma técnica de enfermagem à Globo News. Fonte: Jornal de Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário